Atividade: Balões em HQ

From OLPC

Jump to: navigation, search

m

Contents

Prévia

(Para ser realizado antes das atividades no computador)

O professor deverá mostrar algumas revistas de HQ. Durante um tempo, pedir que os alunos tragam também HQ e apenas leiam. Observar com eles a forma de se escrever dentro de balões; as ilustrações; as onomatopéias.

Pós 2

(para ser realizado após as atividades no computador)

Montar HQ, em duplas, e fazer uma exposição. Cuidar de toda a produção, desde o texto até as ilustrações, passando pela capa e contracapa. Os alunos poderão, ainda, fazer uma ‘feira de troca-troca’, onde trocarão as suas histórias.

Para os alunos, já nos computadores

Você já deve ter lido algumas histórias em quadrinhos. Já reparou bem como elas são coloridas, movimentadas?

Já percebeu também que, na maioria das vezes, os textos das histórias ficam dentro de balões?

Image:monica50.jpg

Revista “Mônica” 50 – Maurício de Souza

Vamos conhecer um pouco sobre esses “balões”?

Veja como eles podem ser de diferentes formatos.

Image:tipos de balões.jpg

E que esses ‘balões’ são de tamanhos e formatos diferentes?

Por que será que eles são desse jeito?

Nas Histórias em Quadrinhos, os ‘balões’ fazem parte da ilustração da história. Eles ajudam a contar a história, demonstrando o tipo de sentimento envolvido nas falas dos personagens.

Vá até o Programa Hagáquê ou vá no Squeak e desenhe balões que demonstrem os seguintes sentimentos/situações: (atenção, nesse momento, desenhe apenas os balões, sem texto):

  • Alegria
  • Raiva
  • Briga
  • Amor
  • Felicidade

Mostre para os colegas os balões que você criou e veja os que eles fizeram.

Observem se ficaram parecidos ou muito diferentes...


Ainda no Hagáquê ou no Squeak.

Desenhe a seguinte história em quadrinhos, com o diálogo abaixo, dentro dos balões.

Situação: um menino; uma menina conversando em um parquinho
A: “Oi, tudo bem?”
O: “Tudo bem”
A: “Ontem vi você jogando futebol!”
O: “Fiquei muito feliz porque o nosso time ganhou!”
O: “Conseguimos a Taça pro nosso colégio.”
Aproxima-se um outro menino:
A: “Já vou, meu amigo está chegando. Tchau.”
O: (com cara triste e enciumada) “Tchau.”

Agora você vai recontar essa história, dando o seu toque pessoal a ela, e pensar numa outra conversa que os personagens poderiam ter.

Mude o final, também, se você quiser.

Mostre para os seus colegas como ficou a sua história e veja como ficaram as deles.

Para saber mais sobre Histórias em Quadrinhos, acesse:

  1. http://www.fabricadequadrinhos.com.br/indexo.php?conteudo=antimateria&id=2449
  2. http://www.cyberartes.com.br/indexFramed.asp?pagina=indexAprenda.asp&edicao=44
  3. http://www.historiaemquadrinhos.hpg.ig.com.br/index2.htm

O nosso próximo desafio é pedir que você crie um personagem e dê "vida" a ele.

Sim, esse novo personagem que você irá criar, não pode ser humano...

Ele pode ser um objeto, um animal, ou outra coisa qualquer... você é que dará a ele os atributos humanos. E, é claro, você já sabe, vá lá no Programa Hagáquê ou no Squeak e crie uma história com esse novo personagem. Não esqueça de dar um nome a ele!

O meu personagem ficou assim, veja só!

Image:meu personagem.jpg

Dei a ele o nome de Gegê! Ele é um robô que ainda estou construindo... por isso ainda estão faltando algumas partes dele. Ele também ainda não sabe fazer muitas coisas... mas já sabe pensar! E tem uma memória fantástica, não deixa que eu esqueça de nada...


Por falar em não esquecer, o Gegê acabou de me lembrar da primeira historinha dessa atividade e de perguntar a você se você gosta de futebol. Gosta?

Você torce para qual time? Escreva o nome dele:

Você sabe como surgiu o futebol?

Acesse o site: http://www.suapesquisa.com/futebol/ e descubra.


Converse com os seu colegas sobre o que vocês acharam mais interessante nessa história.

Num jogo de futebol, para que um time seja vencedor, é preciso que ele faça mais gols do que o outro time, certo?

E, para que isso aconteça, é preciso que um jogador chute a bola na direção e no sentido do gol. E faça balançar a rede, né?

Vamos ver como é que isso acontece?

Pós 1

E aí? Podemos caminhar em uma mesma direção, mas em sentido diferente? Espero que você tenha percebido que sim.

Vamos até o Squeak para testar como isso é possível? Experimente desenhar algum objeto e faça-o se mover, percebendo que a direção em que você o move é sempre a mesma, e o que muda é o sentido.

Se você desenhou uma bola, pode movê-la na direção horizontal, para a direita e para a esquerda, mas a direção horizontal, permanece.

Se você mover esta mesma bola na direção vertical, ela deslizará para cima e para baixo (sentidos diferentes), mas a direção vertical, permanece.

Verificou? É possível?

Agora, escreva a experiência que você realizou, de maneira bem detalhada, descrevendo cada etapa do que você fez, no Editor de textos e depois publique no blog da sua turma. Compare as experiências.

Personal tools
  • Log in
  • Login with OpenID
About OLPC
About the laptop
About the tablet
Projects
OLPC wiki
Toolbox